Deputado Giovani Cherini lança o PROSIM – Práticas Integrativas em Saúde nos Municípios

Deputado Giovani Cherini lança o PROSIM – Práticas Integrativas em Saúde nos Municípios

Foto: Ministro Ricardo Barros e Deputado Giovani Cherini juntos em defesa das PIC’S | Créditos: Rodrigo Nunes/MS Deputado Giovani Cherini lança o PROSIM – Práticas Integrativas em Saúde nos Municípios Já está disponível na sua página, na internet, o cadastro de terapeutas e profissionais da área de saúde, que desejam fazer parte do PROSIM – Práticas Integrativas nos Municípios. O PROSIM tem como objetivo desenvolver as práticas integrativas nos municípios para erradicar o câncer, hipertensão, depressão e suicídios, ou seja, melhorar  a qualidade de vida das pessoas. Será formado por uma Rede de Terapeutas, Profissionais de Saúde, Instituições, Escolas PICs (Promotor de Saúde Integral no Município), e pessoas da sociedade (Promotor de Saúde Integrativa Individual), através da prestação de serviços dessas instituições e desses profissionais à comunidade, integralmente voluntário e gratuito. Para o deputado federal Giovani Cherini, algo precisa ser feito, e rápido, na área da saúde. “A humanidade adoece em ritmo acelerado, como nunca aconteceu antes na história, apesar dos recursos tecnológicos disponíveis e do desenvolvimento de novos medicamentos capazes de atacar os sintomas das doenças, porém não combatem as causas das mesmas. Por isso, muitos cientistas, mundialmente reconhecidos, apontam como solução para esse problema, um novo olhar para a saúde de modo integral”, afirma o parlamentar, que é Presidente da Frente Parlamentar de Práticas Integrativas em Saúde, no Congresso Nacional. Giovani Cherini entende que é necessário mudarmos o paradigma da doença no nosso país. “No RS temos altos índices de óbito por neoplasia, doenças cardiovasculares e respiratórias, entre outras. Aumentam também os índices de transtornos mentais, suicídios, depressão e outras patologias. As Práticas Integrativas podem ajudar muito no...
Vale dos Vinhedos será a “Capital Nacional do Enoturismo”

Vale dos Vinhedos será a “Capital Nacional do Enoturismo”

Vale dos Vinhedos será a “Capital Nacional do Enoturismo” A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou proposta do deputado Giovani Cherini (PR-RS) que transforma o Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, na Capital Nacional do Enoturismo (turismo do vinho). O Projeto de Lei 4794/12 recebeu parecer favorável do deputado Covatti Filho (PP-RS). Ele recomendou igualmente a aprovação do PL 4795/12, que tramita apensado e também é de autoria de Cherini. Este cria a Rota Nacional do Turismo Enológico, composta por 14 cidades gaúchas produtoras de vinho. Os dois projetos tramitam em caráter conclusivoe devem ser transformados em um texto único, que segue para o Senado, a não ser que haja recurso aprovado para que a matéria seja analisada no Plenário da Câmara. Delimitação O projeto principal (PL 4794) delimita o Vale dos Vinhedos como o triângulo formado pelas cidades gaúchas de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi. Já a Rota Nacional do Turismo Enológico (PL 4795) abrange as cidades de Antônio Prado, Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Gramado, Guaporé, Monte Belo do Sul, Nova Pádua, Nova Roma do Sul, Santa Tereza e Veranópolis. Tanto o Vale dos Vinhedos como a rota nacional do turismo enológico têm entre seus objetivos o desenvolvimento do potencial turístico regional; o fortalecimento e a ampliação da vitivinicultura; o desenvolvimento da produção industrial da uva e derivados; a organização produtiva de comunidades locais relacionadas a vitivinicultura; e a difusão da enologia. As duas áreas deverão ter sistema gerenciador de zoneamento ecológico-econômico, estímulo às atividades festivas durante a colheita da uva e fomento a eventos...
RENOVAÇÃO DA FILANTROPIA DA EMATER E SOLUÇÃO PARA O IMPASSE COM OS TÉCNICOS AGRÍCOLAS

RENOVAÇÃO DA FILANTROPIA DA EMATER E SOLUÇÃO PARA O IMPASSE COM OS TÉCNICOS AGRÍCOLAS

RENOVAÇÃO DA FILANTROPIA DA EMATER E SOLUÇÃO PARA O IMPASSE COM OS TÉCNICOS AGRÍCOLAS O Coordenador da Bancada Gaúcha no Congresso Nacional, deputado Federal Giovani Cherini (PR), já dá como certa a renovação da filantropia da EMATER, que vence no dia 11 de março. A articulação da Bancada Gaúcha com o Governo Federal e, em especial, com o Ministro  do Desenvolvimento Social, Deputado Federal Osmar Terra, leva a crer que, mais uma vez, o serviço da Assistência Técnica e Extensão Rural estarão garantidos por mais alguns anos.  O deputado credita o êxito da renovação ao Governador Sartori que, através da SDR, tem buscado uma solução para que as 250 mil famílias de agricultores, em especial os familiares, os assentados da reforma agrária, os indígenas, os quilombolas, e os 2.,5 mil funcionários, não sejam prejudicados. Por outro lado, Cherini voltou a exigir da direção da EMATER, uma solução para o impasse entre o Sindicato dos Técnicos Agrícolas e a empresa. No mês passado o deputado cobrou, através de ofício, o fim da discriminação dos técnicos agrícolas. A resposta da EMATER, por meio do Of GP/Nº 017/2017 não satisfez o deputado por conter informações distorcidas em relação às que o SINTARGS passou a ele. “Caso não tenhamos uma solução, ainda neste mês de março, vou sugerir que a Bancada Gaúcha discuta este tema chamando, para a reunião, a direção da EMATER e a do SINTARGS.  “Acho difícil a diretoria da empresa justificar o fato de que só os técnicos agrícolas não merecem receber o mesmo aumento que foi concedido aos demais funcionários”, afirma Cherini. A direção da EMATER concedeu 9,3% para...
RENOVAÇÃO DA FILANTROPIA DA EMATER E SOLUÇÃO PARA O IMPASSE COM OS TÉCNICOS AGRÍCOLAS

RENOVAÇÃO DA FILANTROPIA DA EMATER E SOLUÇÃO PARA O IMPASSE COM OS TÉCNICOS AGRÍCOLAS

O Coordenador da Bancada Gaúcha no Congresso Nacional, deputado Federal Giovani Cherini (PR), já dá como certa a renovação da filantropia da EMATER, que vence no dia 11 de março. A articulação da Bancada Gaúcha com o Governo Federal e, em especial, com o Ministro  do Desenvolvimento Social, Deputado Federal Osmar Terra, leva a crer que, mais uma vez, o serviço da Assistência Técnica e Extensão Rural estarão garantidos por mais alguns anos.  O deputado credita o êxito da renovação ao Governador Sartori que, através da SDR, tem buscado uma solução para que as 250 mil famílias de agricultores, em especial os familiares, os assentados da reforma agrária, os indígenas, os quilombolas, e os 2.,5 mil funcionários, não sejam prejudicados. Por outro lado, Cherini voltou a exigir da direção da EMATER, uma solução para o impasse entre o Sindicato dos Técnicos Agrícolas e a empresa. No mês passado o deputado cobrou, através de ofício, o fim da discriminação dos técnicos agrícolas. A resposta da EMATER, por meio do Of GP/Nº 017/2017 não satisfez o deputado por conter informações distorcidas em relação às que o SINTARGS passou a ele. “Caso não tenhamos uma solução, ainda neste mês de março, vou sugerir que a Bancada Gaúcha discuta este tema chamando, para a reunião, a direção da EMATER e a do SINTARGS.  “Acho difícil a diretoria da empresa justificar o fato de que só os técnicos agrícolas não merecem receber o mesmo aumento que foi concedido aos demais funcionários”, afirma Cherini. A direção da EMATER concedeu 9,3% para todas as categorias e oferece (não pago), apenas, 3,03% para os técnicos agrícolas.  ...