Visconde de São Leopoldo pode ter seu nome inscrito no Livro dos Heróis da Pátria

Visconde de São Leopoldo pode ter seu nome inscrito no Livro dos Heróis da Pátria
Compartilhe!

PL do deputado Giovani Cherini foi aprovado na Comissão de Educação do Senado Federal

Na última terça-feira, dia 8, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), do Senado Federal, aprovou o projeto que inscreve no Livro dos Heróis da Pátria, que se encontra no Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, em Brasília, o nome de José Feliciano Fernandes Pinheiro, Visconde de São Leopoldo.

A proposta (PLC 136/2015), de autoria do deputado federal Giovani Cherini (PDT/RS), agora vai a Plenário para decisão final. O projeto foi apresentado atendendo solicitação da Ordem dos Advogados do Rio Grande do Sul, da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre e do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul.

O Visconde de São Leopoldo foi ministro da Justiça do Império, em 1827, e criou as faculdades de Direito de São Paulo e Olinda. Foi um dos fundadores do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), sendo eleito primeiro presidente perpétuo. Também foi escritor, historiador, memorialista, pesquisador, magistrado.

O Livro dos Heróis da Pátria também é conhecido como “Livro de Aço”, referência ao material em que é confeccionado. Ele está exposto no Panteão da Pátria, em Brasília, e homenageia brasileiros que tenham oferecido a vida à Pátria. Entre os nomes já inscritos no livro estão o de Tiradentes, Zumbi dos Palmares e Santos Dumont e Leonel de Moura Brizola.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *