Segurança Pública: o caos está instalado

Segurança Pública: o caos está instalado
Compartilhe!

Após os registros de explosões e assaltos a agências bancárias ocorridas no Rio Grande do Sul durante o final de semana, o coordenador da Bancada Gaúcha Federal, deputado Giovani Cherini (PDT) voltou a defender, nesta segunda-feira, 18, a necessidade de o Governo do Estado convocar a Força Nacional de Segurança para auxiliar a Brigada Militar (BM) a garantir a tranquilidade da população. “Estou batendo nesta tecla desde agosto de 2015 quando os registros de violência no Estado começaram a crescer com os casos de explosões em bancos, incêndios em ônibus e assaltos. Tenho convicção que a Força Nacional deve se instalar por aqui imediatamente, pois não é possível haver tranquilidade nos nossos municípios sem policiais”, apontou o líder da Bancada Gaúcha Federal.

Um dos acontecimentos foi no município de Itapuca, na região noroeste. Pelo menos três bandidos explodiram dois caixas eletrônicos e levaram o dinheiro de uma agência do Sicredi na madrugada de domingo (17). Curiosamente, na sexta-feira passada (15), Giovani Cherini tratou do problema da segurança pública no RS juntamente com uma comitiva de Itapuca liderada pelo prefeito Airton Scorsatto e o Comandante Geral da Brigada Militar, coronel Alceu Freitas.

Na ocasião estava sendo discutida a necessidade urgente de suprir a questão de efetivo no município que não possuía nenhum policial trabalhando. O único homem da Brigada Militar de Itapuca foi deslocado para integrar a Operação Golfinho. A comitiva foi informada que não seria possível atender a solicitação, uma vez que não existem policiais disponíveis. Somente nos últimos tempos, mais de dois mil homens entraram para a reserva e o Estado não tem condições financeiras para fazer novas contratações.

Giovani Cherini salienta a necessidade de imprimir medidas efetivas na segurança pública do Estado. Como possível solução, o parlamentar sugere o fim do regime semiaberto (projeto de lei que já tramita na Câmara Federal), uso de tornozeleiras eletrônicas, instalação de câmeras de segurança na área urbana e rural dos municípios, incentivos para que não ocorram aposentadorias precoces, meritocracia no serviço e público e a junção de todas as áreas que formam o setor de segurança pública, entre outras medidas.

Por diversas vezes o deputado federal solicitou ao governador José Ivo Sartori a substituição de Wantuir Jacini na Secretaria Estadual de Segurança Pública, porém, o líder Bancada Gaúcha não foi atendido.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *