Saiu na mídia – Rio Grande do Sul fará ‘caravana em defesa da saúde’

Saiu na mídia – Rio Grande do Sul fará ‘caravana em defesa da saúde’
Compartilhe!

Notícias e repercussão da atividade da Bancada Gaúcha pela crise da saúde no Rio Grande do Sul.

Rio Grande do Sul fará ‘caravana em defesa da saúde’

Deputados da bancada federal gaúcha e governador articulam movimento para buscar recursos junto à União.

Atraso nos repasses a hospitais filantrópicos foi debatido em reunião no Galpão Crioulo

 

A situação financeira delicada do Rio Grande do Sul e o atraso no repasse de recursos destinados à saúde para municípios e hospitais filantrópicos foi o tema central de uma reunião ontem entre a bancada federal gaúcha e o Executivo. No Galpão Crioulo do Palácio Piratini, cerca de metade dos deputados federais e senadores se encontraram com o governador José Ivo Sartori (PMDB) para articular a criação de uma “caravana em defesa da saúde”. A proposta é de estabelecer uma pauta de temas do setor e discutir soluções com os principais interlocutores do Palácio do Planalto.

 

A reunião aconteceu a portas fechadas, e a imprensa não pode acompanhar as sugestões apresentadas pelos parlamentares e gestores para um tema considerado a “prioridade das prioridades” no Estado. De acordo com o coordenador da bancada gaúcha, deputado federal Giovani Cherini (PDT), o grupo quer dialogar com os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, da Saúde, Arthur Chioro (PT), e o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), para manter e ampliar o repasse de recursos para o Estado.

 

“Nosso pedido é que não se contingencie a saúde. Os hospitais estão com problemas de custeio, e queremos pedir ao ministro Levy que se façam ajustes necessários em outros setores, mas não na saúde”, afirmou. Além dos deputados e do chefe do Executivo estadual, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (licenciado do PDT), também integrará a comitiva ? apesar de esperado, o gestor não compareceu ao encontro de ontem. “Porto Alegre é a cidade responsável por 50% dos atendimentos em saúde do Estado e precisa integrar esta discussão”, afirmou Cherini. A expectativa é de que deputados estaduais também integrem a articulação.

 

Conforme o deputado pedetista, algumas das possibilidades aventadas no encontro foram a ampliação do teto de recursos que podem ser repassados da União para o Estado e a possibilidade de novos financiamentos para a saúde. A previsão é de que o encontro entre os representantes do Estado e do governo federal aconteça somente em junho, após o retorno do governador Sartori de uma missão oficial à França e à Alemanha ? entre os dias 25 e 28 de maio.

 

O atraso no repasse de recursos dos hospitais filantrópicos é uma das maiores preocupações de deputados federais e estaduais, que têm sido pressionados pelas instituições e pelas bases eleitorais para solucionarem a questão. A gravidade da situação fez com que a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre anunciasse a possibilidade de fechar 17% dos leitos do Sistema Único de Saúde (SUS).

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *