A Medicina Indiana

A Medicina Indiana
Compartilhe!
Há cerca de um mês, eu me reuni, na condição de presidente da Frente Parlamentar de Práticas Integrativas do Congresso Nacional, com o Embaixador da India no Brasil, Sunil Lal, para tratar do reconhecimento da Medicina Indiana no Brasil e a participação do governo indiano,  através do Ministério da Ayush, no 11º Encontro Holístico Brasileiro, a ser realizado de 24 a 26 de março de 2017, em Porto Alegre.  Porque defendemos a Medicina Indiana! A tradicional medicina indiana é também conhecida como Ayurveda, que significa “ciência da vida”. Esta palavra origina-se de duas raízes sânscritas: ayus, significando “vida”, e veda, significando “sabedoria” ou “ciência. É considerada como a mais antiga ciência da saúde, sendo frequentemente lembrada como a “mãe de toda a saúde”, já que, a partir dela, muitas outras formas de medicina emergiram. Com o intuito de oficializá-la no Brasil, apresentamos o Projeto de Lei n. 4884/2016, que regulamenta a profissão de Terapeuta Ayurveda.
Ayurveda caracteriza-se por ser transdisciplinar, sendo a sua atuação, principalmente, nas áreas da saúde, da higiene, da ecologia, da educação e da psicologia. Em várias partes do mundo, tem demonstrado ser um eficaz recurso disponível para a atenção em saúde, extensivamente documentado e validado cientificamente.
Utiliza, de forma racional e sustentável, os elementos disponíveis no local onde é aplicado e conforme as circunstâncias sazonais, na forma em que se oferecem.
Utiliza recursos naturais, estimulando a conservação da biodiversidade e, em especial, das plantas medicinais. Apresenta menos efeitos colaterais e menor custo de tratamento para problemas de saúde dos quais trata, pois visa o reconhecimento do processo e a retirada das causas mais comuns, como dieta inadequada e estilo de vida desregrado, através de educação em saúde individual e coletiva. Como diz Partap Chauhan, formado em Ayurveda na Universidade de Delhi, na Índia, “as nossas doenças não estão limitadas apenas ao corpo. Mais e mais pessoas estão sofrendo nos níveis mental e emocional. Para tratar essas doenças é preciso enfrentá-los no local de sua origem. Se queremos ver um mundo saudável, isso vai acontecer apenas através do Ayurveda, porque este é o único sistema médico, que atende ao ser humano em sua totalidade: corpo, mente, emoções, espírito”.  O que muitos não sabem é que a maioria dos sistemas médicos estão enraizados no Ayurveda, “mãe” de todos os sistemas de saúde.  Viva a medicina indiana.
Deputado Federal Giovani Cherini
Presidente da Frente Parlamentar de Práticas Integrativas do Congresso Nacional

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *